A compra de um imóvel para a maioria das pessoas além de um sonho pode significar a garantia de um futuro menos difícil para seus filhos de netos; para outros pode ser a certeza de paz e tranquilidade da sua melhor idade; também pode sinalizar independência pessoal; e várias outras razões sempre ligadas a um tipo de satisfação. Mas, também pode ser o início de muita frustração e dor de cabeça.

As vezes o prazer e a ânsia de alcançar um objetivo tão almejado nos faz desconsiderar pormenores básicos, mas que são elementos importantes considerando que é algo tão importante e custoso na sua vida. Morar em condomínio não é fácil, e conviver com as regras internas e com tantas pessoas com hábitos e costumes tão distintos é um desafio. Para tentar amenizar os riscos vai um check list básico antes de fechar o negócio:

Débitos do apartamento com o condomínio

Além dos impostos que incidem sobre o imóvel, também é importante que junto da papelada de compra do imóvel você exija que o vendedor providencie junto ao Síndico ou Administradora do condomínio uma declaração de nada consta de débitos com o condomínio até a data da sua compra. Isto garantirá que você não terá surpresas depois que fechar a negociação. Ocorre que as dívidas do imóvel sempre o acompanham, não importa quem seja o proprietário atual, é o que chamamos de obrigações propter rem. Em linhas gerais significa dizer que se você comprar um imóvel com dívidas de condomínio elas serão suas.

Saúde financeira do condomínio

Peça os últimos três ou cinco balancetes para uma análise. Se não tiver conhecimento para tal avalição, peça para um síndico profissional ou uma administradora de sua confiança. Tenha em mente que se a situação não estiver boa, cedo ou tarde você vai pagar a quota de condomínio mais caro, sem contar as quotas extras. Geralmente condomínios em situação financeira ruim não tem reservas financeiras e certamente vai precisar de quotas extras em vários campos de atuação, seja para uma obra urgente, pagamento de férias e décimos terceiros, situações inesperadas, etc.

Imóveis na planta

Como e quais itens serão entregues no empreendimento. Ninguém lembra de ler o memorial de incorporação, pois é, nele está escrito tudo o que dever ser entregue pela construtora e/ou incorporadora. Ultimamente as construtoras têm oferecido imóveis com áreas comuns peladas e sem equipamentos. Não há nada de errado nisso, mas elas não falam isto para você. Muitos mutuários da CAIXA, por exemplo, financiam e pagam seus imóveis com muito sacrifício e aguardam a tão sonhada data da posse da sua unidade, e na entrega ficam sabendo que terão que arcar com uma taxa de condomínio. Parece óbvio, mas muitas pessoas não imaginam que terão que pagar condomínio. O pior é quando o proprietário descobre que o prédio não tem interfone, não tem o sistema de tv coletiva, não tem a mobília da portaria, etc... etc..., e tudo isso tem que ser comprado e rateado por todas as unidades via quota extra. O que já era pesado com as taxas de condomínio, agora fica ainda mais com as taxas extras. Fique atento.

Barulhos - A rotina operacional do condomínio

Visitar o condomínio e ver o funcionamento do salão de festas, academia, áreas de lazer, e outras que possam gerar ruídos acima do normal é uma boa opção. Um apartamento muito próximo dessas áreas certamente pode gerar um desconforto se você não estiver preparado. Acrescente-se à sua lista de checagem a posição da unidade com relação ao estacionamento ou vias de circulação de carros, a proximidade com a portaria do prédio, e se existem bares perto do condomínio e do apartamento, tudo isso podem afetar a sua tranquilidade.

Barulhos - Isolamento Acústico

Este quesito é sempre esquecido. Dependendo do apartamento e o tipo de construção você vai ter barulho. E vai mesmo! Todas as construções de baixa renda não oferecem isolamento acústico nas paredes e lajes dos pisos dos apartamentos. Portanto, não espere que o seu vizinho ande de meias ou coloque tapetes por toda a casa, você ouvirá ruídos normais do dia-a-dia de qualquer ser-humano, seja uma descarga do vaso sanitário, um objeto que cai, um liquidificador, uma criança chorando de madrugada, etc... , pense que você também produzirá os mesmos ruídos ainda que involuntário. Afinal, existe vida na outra unidade. É claro, estamos falando de situações normais, e caso saia da normalidade o Síndico deve ser acionado.

Normas do Condomínio

Antes de comprar peça uma cópia da Convenção do Condomínio e de todos os regulamentos internos, leia-os com atenção. Ao adquirir você é obrigado a seguir as normas do condomínio. Se existem regras para animais, por exemplo, e se elas estão dentro da legalidade, não vai adiantar se aborrecer tentando contrariá-las, o jeito é se adequar a elas.

 

Luis Henrique Borges
Administradora Ideal 
 
Presença OnLine: Facebook | LinkedIn | Google Maps | Twitter | Instagram

#administradoraideal #ideal #admideal #condominio #sindico #sindicoprofissional #comprarimovel #antesdecomprarimovel